Aprendizagem significativa

Como o processo ensino-aprendizagem pode ser mais efetivo para os alunos?

Quando você era aluno, quantas vezes já decorou um conceito para fazer uma prova? Aposto que já se questionou, por exemplo: Onde eu usarei "Báskara" na minha vida?

Mas como ter uma escola que motive o aluno a pensar e não só memorizar? Isso nos faz refletir na forma com que nós, professores, lecionamos e podemos nos melhorar profissionalmente, para que o papel do estudante não seja o de mero “anotador” ou “papagaio de repetição”, mas sim, que seja capaz de interpretar a informação e argumentar a respeito.

A melhor forma de lecionar para que o processo ensino-aprendizagem seja mais efetivo para os alunos, é usar aprendizagem significativa como uma metodologia ativa. Ou seja, uma transformação na forma de conduzir novos conteúdos escolares, juntamente com o uso de atividades práticas e investigativas, são a chave do sucesso no processo de aprendizagem.

Mas o que é aprendizagem significativa?

A aprendizagem significativa se caracteriza pela interação entre novos conhecimentos e o conhecimento prévio do aluno. Mas se esses conhecimentos preexistentes não existirem na estrutura cognitiva do estudante, a aprendizagem significativa poderá não ocorrer, e o estudante não terá – em princípio – outra opção senão decorar o conteúdo. Esse é o grande problema!

Então, para que o aluno não fique com a impressão de que, o que ele aprende em determinado ano escolar não será usado na sequência de seus estudos ou no seu cotidiano, é preciso mostrar a ele, a importância de realizar conexões entre os conteúdos na mesma disciplina ou até mesmo em outras disciplinas. Essas conexões são feitas por meio do levantamento do conhecimento prévio que ele já dispõe, vindo desde a Educação Infantil, e também de suas experiências pessoais. Portanto, para David Ausubel, psicólogo da educação estadunidense, que desenvolveu o conceito de aprendizagem significativa, quanto mais links feitos, mais consolidado estará o conhecimento.

Dessa forma, as conexões impedem que os conteúdos fiquem isolados, desconexos e sem apelo significativo para o aluno. O conteúdo sozinho é mera acumulação de fatos, porém, esse conteúdo aliado às conexões, se torna um conhecimento real para quem está aprendendo.

E como as metodologias ativas fazem parte desse processo de aprendizagem?

Por meio de atividades e ações em classe, o professor deve instigar a curiosidade dos alunos, que, por sua vez, recorrem a uma série de conceitos, suposições, reflexões e habilidades para saciar a curiosidade e lidar com a nova situação, buscando transpor o que está aprendendo para o seu convívio, dentro e fora da escola, seguindo esses sete passos a seguir:

● Sentir
● Perceber
● Compreender
● Definir
● Argumentar
● Discutir
● Levar para a vida

Neste sentido, o estudante é estimulado a criar estratégias, questões e hipóteses para conseguir compreender um fato ou fenômeno, para o qual ainda não dispõe do repertório necessário.

Você consegue perceber que aprendizagem significativa é um tipo de metodologia ativa?

Ao estimular o aluno a estabelecer conexões e investigar sobre o tema, você leva-o a aprender os conteúdos segundo seu próprio raciocínio. Isso o incentiva a relacionar fenômenos distintos, refletir sobre as informações e procurar compreendê-las de fato, em vez de memorizá-las, utilizando recursos como comparações, analogias e formulação de hipóteses, para chegar a essa compreensão efetiva.

A minha principal dica para que a aprendizagem seja significativa e efetiva, é que o professor crie um ambiente em sala de aula que seja propício à aprendizagem, com aulas práticas, demonstrativas e investigativas, tornando-se mediador e motivador dos alunos. Quando os estudantes conseguem perceber e entender para que servem os conhecimentos, que muitas vezes ficam isolados na classe, a aprendizagem se torna mais atrativa e útil.

Mas se for ao contrário, se ele não estiver motivado para a disciplina e não a reconhecer a importância dela para a sua vida, pode achar que é mais cômodo e mais fácil memorizar alguns fatos e fórmulas, para esquecê-los logo em seguida, após a realização de uma avaliação.

Esta é uma cultura difícil de construir por causa do medo do desconhecido e da insegurança, comuns a qualquer pessoa que quer inovar, mas é uma mudança extremamente necessária. Vamos então transformar a educação juntos?

Digite abaixo seu e-mail para receber mais conteúdos como este:

Carolina Fonseca, fundadora e CEO da Extraclass, a maior comunidade de professores inovadores do Brasil

Transforme sua forma de lecionar

Aprenda como as Metodologias Ativas
podem impactar seus alunos


Curso de Metodologias Ativas





2017. Todos os direitos reservados. Extraclass.